Processo criativo

Esta é uma crítica fantástica para transmitir aquilo que a nova imagem do Continente reflecte. Impossível não rir:

"- Epá. Que logo tão fixe. Isto é o quê? "Target"? Segunda maior cadeia de retalho nos Estados Unidos? Que coincidência... até tenho aqui um cliente que me pediu um logo novo. Deixa cá ver... para já, saco este da net. Hmmmmm. Isto pede um "C". Corto por ali, arredondo as pontas. 'tá giro, sim senhor'. Agora altero um pouco as proporções... ora beeeemmmm. E uma bolinha no centro? Assim fica um pouquinho mais diferente. Também não convém exagerar... Agora um gajo vende isto ao cliente como sendo simplificação, o "c" de copyright (a ver se eles não se lembram de perguntar porquê, que senão estou lixado). Agora pego naquela fonte da Volkswagen dos anos 70 (já ninguém se lembra). c... o...n... - nááá, este está mal. Redesenha-se o "n". E, já agora, o "e". Olha, uso o "m" como base, que dá menos trabalho. É isso. Já fica diferente. Ainda lhes vendo a fonte, caraças. Blá, blá, blá, fonte desenhada à mão, e o caralho.

E cores? Bah, o melhor é deixar esta. Digo-lhes que mantive uma das cores originais deles. Claro: reconhecimento imediato, associação cromática presente, mando umas larachas sobre a psicologia das cores que os gajos são uns bacocos que só sabem é vender presuntos: "vermelho representa, no subconsciente, um alto envolvimento, competitividade, prazer, paixão, energia, alegria e vitalidade". Tunga, já os comi.

P.S: Este texto não é um relato factual. A agência que desenvolveu este logo, desenvolveu, ao mesmo tempo, este:

Portanto, até admito que a fonte de um deles se possa ter baseado na do outro, e deixo a Volkswagen em paz..."

Encontrado em;
www.asterisko.blogspot.com

8 comments:

João Tiago disse...

A mim pessoalmente... parece.me uam critica feita como as que andam a fazer ao Veiga da TBWA... e a isso so tenho uam coisa a dizer. chama.se dor de cotovelo... e atinge aqueles que queriam ter sido eles a desenhar os simbolos e a pensar o rebranding das marcas...


mas devo ser so eu e o meu mau feitio

mariana disse...

Eu acho que o maior erro aqui foi, mesmo para aqueles que não percebem de publicidade, verem claramente que a agência que desenvolveu a imagem do continente, fê-lo também para a tmn. As semelhanças são mais do que óbvias e isso revela um certo comodismo. Até mesmo a ideia das campanhas, são semelhantes! Sinceramente a Euro RSCG tá a desiludir...

astersico disse...

David:
Em primeiro lugar, obrigado pelo teu e-mail. Em segundo lugar, obrigado pela menção. E, em terceiro lugar, desculpa-me o abuso, mas vou-me alongar um pouco por estes lados, se não te importares.

Tiago:
Não quero saber da agência que faz ou que deixa de fazer - prova disso, é que o nome não aparece no texto. quem sabe, sabe. Quem não sabe, fica a saber que isto é prática corrente em PORTUGAL. E o problema é esse. Aliás, já tenho feito outras críticas ao design (mais especificamente) e só num caso mencionei a agência: foi a Wolff Ohlins, por ela ter feito um trabalho tão mau, tão mau, que teve de ser refeito por uma de cá (que fez um bom trabalho. E não, não trabalho nela). Neste caso: o rebranding da Galpenergia. A questão de fundo era, porque pagamos pipas de dinheiro a uns tipos em Londres, para fazer um trabalho que se pode fazer cá, e bem.
Aliás, se leres a entrevista que o Pombinho dá na Meios & Publicidade (07.10.2005 | ano 7 | nº 363), ele, às tantas refere que, e cito: "(...) foi quase imediata a criação do logotipo com o C de Continente com a argola à volta, de copywrite (sic), e finalmente o ponto no centro que surgiu para reforçar a ideia de target (...)". Coincidências? Me thinks not.

Mariana:
Remeto-te, também, para o artigo da Briefing. Confrontado com isso, ele responde que "(...) em comunicação visual as pessoas são influenciadas visualmente por aquilo que vêem e encontram, e apesar de existir um esforço de fugir ao que existe, a imparcialidade é uma falsa questão.".
Como tu dizes, e por outras palavras, o esforço dispendido na fuga é que foi pouco. Além de que não percebo, o que tem imparcialidade a haver com o caso, mas enfim.

David:
Mais uma vez, desculpa lá o abuso. Tens aqui um bom blog, já agora. Só um reparo: já tenho notado isto noutros blogs com visuais baseados neste template: as caixas de fundo do texto , tanto a principal como a barra da direita, não expandem para além de um certo ponto; às tantas, tens texto azul sobre um fundo azul, pouco mais escuro. Poderá, eventualmente, ser devido ao facto de eu usar Mac. Do browser não deve ser, que eu experimentei em Firefox, Safari e Explorer (e este custou-me...).
Um abraço, *

susana disse...

mas como podemos ver ssõa ambos uma bela trampa...

João Tiago disse...

Eu também n estava a dizer que querias saber, desculpa se me expressei mal... eu gosto da campanha de rebranding, e o texto pareceu.me demasiado ofensivo, mm n sendo um original deste blog. É muito teoria da conspiração... e infelizmente há coincidencias... e mtas... esta pode ter sido só mais uma... até porque convenhamos o alvo é antes de ser o logotipo da Target sempre foi o simbolo de um Alvo... Fonte de inspiração normal. é quase o mm que dizer que não podemos usar a gota de agua ou outra coisa qq

asterisco disse...

Na boa. E tu tens razão: não se reinventa a roda. Mas era evitável a proximidade. A não ser que não tenham feito uma pesquisa decente, e então também não têm desculpa. Por 2 milhões de euros, eu devia poder exigir qualidade em todos os processos. É evidente que o texto é uma hipérbole, mas juro que a minha primeira impressão quando vi o logo novo foi "Olha, o logo da Target".

Rui Santos disse...

Boa tarde
ExmoSrs e Sras....

Eu não percebo uma coisa...ainda...por mais que tento, por mais tempo que eu passe nesta área, não percebo (e estou há bastante)...!!!!Porquê que, neste meio, temos sempre algo a dizer sobre o trabalho do colega?! "...Porque é um trabalho criativo", responderão vocês....TRETAS!!!! O cliente aceitou o trabalho p....final, parágrafo.!!!!!! Esta profissão deve ser única no mundo...Não estou a imaginar um médico para um colega: "Desculpa lá...mas a tua cirurgia correu mal..!!!devias fazer melhor...!!!!" Ou um engenheiro para outro: "Desculpa lá mas essa cofragem está mal posta...!!!"...
Meus amigos... sabem porquê que isso não acontece? São uma ORDEM....e unidos são impenetráveis...
Qual é ordenado actual de um junior?!...É vergonhoso, não é...?!... Em vez de andarmo-nos a degladear por tretas, que tal seguirmos o exemplo do nosso querido Sebatião Rodrigues que tanto fez para dignificar esta profissão!!!

Despeço-me com cordiais desígnios....

Anónimo disse...

algem conhce a catalysts! ?
vao ver em www.catalysts.org e depois podem comentar a criatividade e inovaçao deste novo(?) logo