É hora de atacar.

Não gostei de saber que um dos melhores anúncios da BMW que vi nos últimos tempos está sob acusação judicial da ACA-M (Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados).

Segundo eles, "a parte frontal da viatura publicitada, pintada a negro, evidencia traços antropomórficos ou zoomórficos dos faróis dianteiros, evocando sem qualquer ambiguidade um olhar ameaçador" e a frase "É hora de atacar" constitui um "inequívoco e irresponsável apelo à violência rodoviária".

What???

Para não falar na dificuldade gramatical e morfológica que é compreender estas afirmações, não consigo compreender as suas motivações. Eu sinceramente achei o anúncio soberbo e não fiquei mais violento por isso. Esses "inibidores da criatividade" deviam-se preocupar com coisas mais importantes. Além disso, quem compra ou anda num BMW não o quer estourar contra uma berma, de certeza. E quem o guia normalmente, são pessoas com uma idade já madura, consciente e não influenciável por mensagens publicitárias.

O BMW 520d é um carro desportivo, de linhas agressivas. O anúncio não faz mais do que realçar a sua força e potência, quer visual, quer motora. Qual é o problema?


















"It's time to attack"

6 comments:

Anónimo disse...

E quem o guia normalmente, são pessoas com uma idade já madura, consciente e não influenciável por mensagens publicitárias.

Sim sim, isso é basead em que estudo ? Para exemplo, eu tenho um, tenho 30 anos e tou com carta apreendida por 4 meses.

Anónimo disse...

Penso que quando as pessoas levam o humor a sério está o caldo entornado. Faz-me lembrar quando criticaram a Portugália por no EURO 2004 ter feito um headline que dizia "Portugal vai partir a loiça toda!" (por acaso até foi picado e tal) Diziam que apelava à violência e mais uma série de asneiras. Quando as coisas chegam a um nível de castidade e de puritanismo absurdo e irónico as pessoas começam a perder respeito por elas.

Mas não penso que seja o caso deste anúncio. A imagem é forte mas não grave. Para mim o que torna a coisa grave é o headline. Claro que ninguém pode dizer que os criativos e a marca andam aqui a apelas à violência. Mas de facto, numa altura em que em Portugal se fala em condução defensiva por todos os lados, parece-me de mau tom falar em ataque na estrada. Podem achar exagerado mas este caso não deixa, pelo menos, de ter um certo fundamento.

Supaman.13 disse...

Acho que isso é falso moralismo... Qualquer dia chegamos ao ponto dos Estados Unidos em que dois meninos a darem um beijinho na pré-primária dá direito a expulsão do menino da escola em questão... Há que dar educação às pessoas para que se posso perceber este tipo de publicidade...
Mudar a mentalidade de pessoas que dizem, quase com orgulho, que têm a carta apreendida por 4 meses.

Sem Nome disse...

Subscrevo o 2º Anonymous e o Suparman.13.

Acho que esta frase está forte em consequência de um promenor do carro.
Não se pode, claramente, entender este headline literamente.
Em relação ao 1º Anonymous é melhor começares a andar de Mercedes com motorista cedido pela Câmara Municipal de Lisboa, e a chave desse carro chama-se L12. Assim não precisas de andar a "atacar" na estrada com o teu novo BMW e com 30 anos já devias ter juizo.

Anónimo disse...

mais uma vez, citando o autor "E quem o guia normalmente, são pessoas com uma idade já madura, consciente e não influenciável por mensagens publicitárias.", nota-se que foi dito mas não pensado. Basta andar uns minutinhos num qualquer pedaço de alcatrão para nos apercebermos que um dono de um BMW é tudo menos "pessoa consciente".não é regra. mas é muito frequente.porquê?porque o bichinho o permite. mas isso da capacidade do carro ou da falta de civismo do condutor não interessa. este anúncio é provocador.convida a uma acção.atacar.mas o quê?a estrada?não me parece.afinal os condutores de BMW "são pessoas conscientes". este anúncio é "show".puramente impacto visual.
agora, se o anúncio provoca algum comportamento a pessoas mais ignorantes, que se sentem com vontade de atacar a estrada num qualquer carrito, isso não é impeditivo de se criarem anúncios como este.

Anónimo disse...

<< Sim sim, isso é basead em que estudo ? Para exemplo, eu tenho um, tenho 30 anos e tou com carta apreendida por 4 meses. >>

Pois, tivesses juizo...!!!